quinta-feira, 28 de maio de 2009

NINGUÉM RESOLVERÁ




 

Piadinha

Duas brasileiras e uma portuguesa estavam jogando conversa fora quando uma das brasileiras comenta com a outra sobre suas relações sexuais com o marido:
 - Menina, nunca te aconteceu quando você faz amor com o Carlos, você tocar no saco dele e ele estar gelado?
 A outra brasileira responde:
 - Sim, sempre que nós fazemos, eu percebo que está gelado. E você, quando faz com o Rafael ?
 - Sim, o saco está sempre gelado! - responde a outra brasileira.
Nisso, a portuguesa diz:  
- Bom, eu nunca reparei nesse detalhe, mas esta noite, quando eu fizer amor com o Manuel, vou tocá-lo só para ver.
- Tá bom! Então amanhã você nos conta! - dizem as brasileiras.
No dia seguinte, a portuguesa aparece toda cheia de hematomas e com um baita olho roxo. As brasileiras ficam surpresas, perguntam o que foi que aconteceu e a portuguesa responde muito nervosa:
- Isto é tudo culpa de vocês!!!
 - Mas por que, o que foi que houve? - perguntam as brasileiras.
 - Porque ontem eu estava a fazer amor com o Manuel e, quando lhe toquei nas bolas, eu disse: '
Ai, Manuel... Que bom. Tu não tens as bolas frias como às do Carlos e as do Rafael!'
 

Placas de motel - ( RECÉM INAUGURADOS)

 
__,_._,___

terça-feira, 26 de maio de 2009

Piadinha

O padre estava dirigindo para sua paróquia quando vê na estrada uma freira conhecida sua.
Ele para e diz:
- Irmã, suba que te levo ao convento.
A freira sobe e senta no banco do passageiro, cruza as pernas e o hábito se abre e deixa a perna à mostra. O padre olha e continua dirigindo.
- Numa troca de marcha ele coloca a mão sobre a perna da freira que lhe diz:
- Padre, lembre-se do salmo 129.
O padre pede desculpas e continua dirigindo. Mais adiante em outra troca de marcha ele coloca a mão sobre a perna da freira que repete:
- Padre, lembre-se do salmo 129.
O padre se desculpa dizendo:
- Perdoe-me irmã, mas você sabe que a carne é fraca.
Em seguida a freira desce. O padre logo chega a sua igreja e corre até a bíblia para ler o tal salmo 129. Estava escrito:
- "Siga buscando, que logo acima encontrarás a glória..."
Moral da
história: Deves estar sempre bem informado, ou poderás perder uma grande oportunidade !!!

Boate para mulheres

Duas amiga decidem ir a uma boate só para mulheres. Chegando lá verificam que existem 5 andares. Sobem ao primeiro andar e lêem um cartaz que diz:
"AQUI ELES TEM AQUILO CURTO E FINO"
Uma olha para a outra e decidem subir para o segundo andar para ver se encontram algo mais interessante. Chegando lá encontram outro cartaz que diz:
"AQUI ELES TEM AQUILO GRANDE E FINO"
Uma olha para a outra e decidem seguir subindo. No terceiro encontram outro cartaz:
"AQUI ESTÃO OS QUE O TEM GROSSO E CURTO"
Então decidem seguir para o quarto. Chegando lá o cartaz:
AQUI ELES TEM AQUILO GRANDE, GROSSO E SUCULENTO"
As duas se olham com aquela cara típica de curiosidade feminina e, Depois de pensar um pouquinho e decidem verificar o que poderiam encontrar no quinto piso. Chegando lá:
ESTE ANDAR FOI CRIADO PARA PROVAR QUE AS MULHERES NUNCA ESTÃO CONTENTES COM NADA!"

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Anjo

Uma criança pronta pra nascer pergunta a Deus:
Dizem que estarei sendo enviada à terra amanhã....
Como eu vou viver lá, sendo assim tão pequeno e indefeso?
Deus -  Entre meuito anjos, eu escolhi um especial para você.
Estará lá te esperando e tomará conta de você.
Criança - Mas diga-me: Aqui no céu eu não faço nada a não
ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que seu seja feliz.
Serei feliz lá?
Deus - Seu anjo cantará e sorrirá para você e, a cada dia,
a cada instante, você sentirá o amor do seu anjo e será feliz.
Criança - Como poderei entender quando falarem comigo se
eu não conheço a lingua que as pessoas falam?
Deus - Com muita paciência e carinho,
seu anjo lhe ensinará a falar.
Criança - E o que farei quando quiser te falar?
Deus - Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a rezar.
Criança - Eu ouvi dizer que na terra há homens maus,
Quem me protegerá?
Deus - Seu anjo lhe defenderá, mesmo que isto signifique
arriscar a própria vida.
Criança - Mas eu serei sempre triste porque não te verei mais.
Deus - Seu anjo sempre lhe falará sobre mim e lhe ensinará
a maneira de vir a mim e eu estarei sempre dentro de você.
Neste momento havia muita paz no céu, mas as vozes
da tera já podiam ser ouvidas.
A criança apresentada pediu suavemente:
Deus, se eu estiver a ponto de ir agora, diga-me,
por favor, o nome do meu anjo.
Deus: Você chamará o seu anjo de MÃE.

PRECISANDO DE AMOR

 
     Quem não gosta de ser amado? Ser paparicado?
     Receber atenção especial, presentinhos e beijinhos doces?
     Quem não gosta de surpresinhas gostosas, beijo na boca e abraços apertados?
    Quem é que de livre e espontânea vontade prefere a solidão a uma boa companhia?
     Ora, todo mundo quer uma boa companhia e de preferência para o todo sempre.
     Mas conviver com essa 'boa companhia' diariamente por 3, 5, 10, 15, 25 anos é que é o difícil.
     No começo dos relacionamentos e até 1 ano de vida amorosa, tudo são mais ou menos flores, (se o seu relacionamento tem menos de um ano e já é mais de
brigas e discussões, (caia fora dessa fria). Não adianta você dizer que depois de três meses apenas que 'encontrou o amor de sua vida', porque o amor precisa de convivência para ser devidamente testado. Nesse mundo maluco e agitado, as pessoas estão se encontrando hoje, se amando amanhã e entrando em crise depois de amanhã.
     Uma coisa frenética e louca que tem feito muita gente, que se julgava equilibrada, perder os parafusos e fazer muita besteira.
     Paixão, loucura e obsessão, três dos mais perigosos ingredientes que estão crescendo nos relacionamentos de hoje em dia por causa da velocidade das informações e o medo de ficar sozinho.
     As pessoas não estão conseguindo conviver sozinhas com seus defeitos, vícios e qualidades, e partem  desesperadamente para encontrar alguém, a tal da alma gêmea, e se entregam muitas vezes aos primeiros pares de olhos que piscam para o seu lado.
     É uma guerra para não ficar sozinho.
     Medo? Com medo de se encarar no espelho e perceber as próprias deficiências?
     Com medo de encarar a vida e suas lutas?
     Então a pessoa consegue alguém (ou acha que está nascendo um grande amor),fecha os olhos para a realidade e começa a viver um sonho, trancado em si.
     Mesmo, nos quartos e no seu egoísmo, a pessoa transfere toda a sua carência para o (a) parceiro (a), transfere a responsabilidade de ser feliz para uma
pessoa.
     Que na verdade ela mal conhece.
     Então, um belo dia, vem o espanto, a realidade, o caso melado, o 'falso amor' acaba, e você que apostou todas as suas fichas nesse romance fica sem chão, sem eira nem beira, e o pior: muitas vezes fica sem vontade de viver.
     Pobre povo desse século da pressa!
     Precisamos urgentemente voltar o costume 'antigo' de 'ter tempo', de dar um tempo para o tempo nos mostrar quem são as pessoas.
     Namorar é conhecer, é reconhecer, é a época das pesquisas, do reconhecimento...
     Se as pessoas não se derem um tempo, não buscarem se conhecer mais, logo em breve teremos milhares de consultórios lotados de 'depressivos' e cemitérios cada vez mais cheios de suicidas 'seres cansados de si mesmos...'.
     Faça um bem para si mesmo e para os outros: quando iniciar um relacionamento procure dar tempo para tudo: passeie muito de mãos dadas,converse mais sobre gostos e preferências, conheça a família e mostre a sua,descubra os hábitos e costumes.
     Parece careta demais?
     Que nada, isso é a realidade que pode salvar o relacionamento e muitas vidas.
     Pense nisso e se gostar, passe essa mensagem para frente; quem sabe se juntos, não ajudamos alguém carente de amor a encontrar um motivo para ser feliz.
     Muita pretensão?
     Não, só vontade de te ver feliz. Eu acredito em você! E acredito no amor que faz bem.
Luiz Fernando Veríssimo
um gaucho estava conversando num barzinho com um amigo, e o amigo em determinado momento pergunta ao gaucho:
- e ai como vai seus filhos?
estao bem.
- e o mais velho, parou com aquele jeito de viado dele?
parou nada, é um viadão daqueles, me envergonha.
- e o do meio, com aquele jeitinho de mariquinha?
é um problema sério, pra mim aquilo deveria ter nascido mulher, é um viadinho e tanto.
- e o caçula, tambem tá dando?
não o caçula só dá quando ele bebe.
- que bom,
mais tá bebendo dum tanto tchê.

Tudo de Bão !!!

 

Piadinha

O pai estava preocupado com seu filho, que parecia meio afeminado.
 
Resolveu então leva-lo a um psicólogo, para uma entrevista. Chegando la, explicou o caso ao psicólogo, o qual pediu que o garoto entrasse para responder a algumas perguntas.
E a entrevista começa:
- Qual e o legume de que você mais gosta?, pergunta o psicólogo. O pai treme na base, e pensa: "E agora... Ele vai responder que e cenoura, pepino, ou algo semelhante."
- Chuchu, responde o garoto.
O pai respira aliviado. Volta então o psicólogo:
- E qual o numero de que você mais gosta?
Novamente o pai sua frio. "Ele vai responder que e 24".
- 11, responde o garoto.
O pai se acalma. Pergunta então o psicólogo:
- Qual o animal de sua preferencia?
O pai quase cai da cadeira: "Esse sem-vergonha vai responder que e o viado", pensou.
- Jácaré, foi a resposta do filho.
Ultima pergunta do psicólogo:
- Que profissão você vai seguir quando crescer?
O pai se desespera: "E agora... Ele vai dizer que quer ser cabeleireiro, decorador, ou algo semelhante".
- Advogado, responde o garoto.
O psicólogo então pede ao menino que se retire da sala. Volta-se então para o pai, que esta com a fisionomia alegre.
- Graças a Deus, diz o pai. Meu filho e um tremendo machão, não e, doutor??
- Nada disso. Ele e um tremendo viadão, isso sim.
- Mas como, doutor?! As respostas dele foram ótimas!
- Pense bem. O legume de que ele mais gosta e chuchu: da o ano todo.
O numero e 11: um atras do outro. O animal e o jácaré:
se defende com o rabo.
E a profissão e advogado: passa o dia entrando em vara.

Piadex

Um advogado dirigia distraído quando, num sinal PARE, passa sem parar,
mesmo em frente a uma viatura do BOPE. Ao ser mandado parar,
toma uma atitude de espertalhão.
 
Policial
- Boa tarde. Documento do carro e habilitação. Advogado
- Mas porquê, policial?

Policial 
-  Não parou no sinal de PARE ali atrás.
Advogado
- Eu diminuí, e como não vinha ninguém...
Policial
- Exato. Documentos do carro e habilitação.
Advogado
- Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar? Policial
- A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE deve parar completamente.
Documento habilitação.
Advogado
- Ouça policial, eu sou Advogado e sei de suas limitações na interpretação
de texto de lei, proponho-lhe o seguinte: se você conseguir me explicar a
diferença legal entre diminuir e parar eu lhe dou os documentos e
você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.
Policial
- Muito bem, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, Sr. Advogado?
O Advogado desce e é então que os integrantes do BOPE baixam o cacete,
é porrada pra tudo quanto é lado, tapa, botinada, cassetetada, cotovelada, etc.
O Advogado grita por socorro, e pede pra pararem pelo amor de DEUS.
E o Policial pergunta:
- Quer que a gente PARE ou só DIMINUA?

VEJA QUE LIÇÃO DE VIDA!...

Esta carta foi enviada ao diretor de uma escola primária que havia oferecido um almoço em homenagem às pessoas idosas da comunidade.
Durante o almoço, uma das senhoras convidadas, de idade avançada, ganhou um rádio, num sorteio realizado com os cupons que foram entregues na porta.
Ela escreveu uma carta emocionada em agradecimento aos promotores do evento. Este relato é uma homenagem a toda a humanidade, e serve para refletirmos sobre as relações humanas.
"Caros alunos e membros da direção, Deus abençoe todos vocês pelo lindo rádio que ganhei durante o almoço em homenagem aos idosos!
Eu tenho 84 anos e moro em um lar de velhinhos carentes. Toda a minha família já faleceu, eu não tenho mais parentes.
Por isso, foi muito reconfortante saber que existem pessoas que ainda levam em consideração o meu bem estar e paz de espírito.
Aqui no nosso Lar, divido o quarto com uma companheira mais idosa do que eu - ela tem 95 anos de idade e não pôde comparecer ao almoço, por estar muito deprimida.
Durante todos estes anos em que convivemos ela teve um radinho como o meu, que lhe fazia companhia constante. Ela nunca permitiu que eu ouvisse o rádio dela, mesmo quando estava dormindo ou ausente.
Há algum tempo, no entanto, o rádio dela caiu do criado mudo e se espatifou no chão. Foi muito triste para ela, que chorou muito.
Então eu ganhei este rádio e no dia seguinte ao almoço ela pediu-me para ouvi-lo, e eu lhe respondi candidamente:
- Nem fudendo, sua velha filha da puta!!!
Obrigada por me proporcionarem essa inesquecível oportunidade, pela qual tanto esperei!

Museu de Comunicações,

A imaginação não tem limites!
 
O artista chama-se Jean-luc Cornec e as ovelhas encontram-se no Museu de Comunicações, em Frankfurt. Cada uma delas é feita de telefones e fios. Reparem nas patas!
 
 

Basta saber esperar...

Ficamos muitas vezes intrigados com fatos e acontecimentos na nossa vida.
Estamos o tempo todo achando porquês e justificativas.
Quebramos a cabeça, procuramos ajuda em outros planos e, com freqüência,
nosso consciente vem com aquela famosa pergunta:
Por que eu?  Por que isso só acontece comigo?
Em primeiro lugar, saiba que o Universo é rico em mistérios e
para muitos
deles, não estamos devidamente preparados para compreendê-los.
 O famoso "isto só acontece comigo" é um julgamento antecipado dos nossos
pensamentos, como forma de justificar nossa culpa por um erro incompreendido.
Quando encontramos dificuldades na compreensão das coisas que nos cercam,
a primeira medida a ser tomada é saber que para tudo há uma resposta, mesmo
que naquele momento ela não seja tão evidente.
Quando isto acontecer, viva a vida plenamente sem olhar para trás, pois, mais
cedo ou mais tarde, tudo se resolverá e a resposta chegará.
Basta saber esperar!

RECEITA PARA UM CASAL NUNCA BRIGAR!

Estava num Um casal foi entrevistado num programa de TV porque estava casado há 50 anos e nunca tinham discutido.  O repórter, curioso, pergunta ao homem:
- Mas vocês nunca discutiram Mesmo?
- Não.
- Como é possível isso acontecer?
- Bem, quando nos casamos, a minha esposa tinha uma gatinha de estimação que amava muito. Era a criatura que ela mais amava na vida. No dia do nosso casamento, fomos para a lua-de-mel e minha esposa fez questão de levar a gatinha. Andamos, passeamos, nos divertimos e a gatinha sempre conosco, mas certo dia a gatinha arranhou minha esposa.. A minha esposa olhou bem para a gatinha e disse:
- Um.
Algum tempo depois a danada da gatinha arranhou minha esposa novamente.  A minha esposa olhou para a gatinha e disse:
- Dois...
Na terceira vez que a gatinha lhe deu uma arranhada, minha esposa sacou uma espingarda e deu uns cinco tiros na bichinha.  Eu fiquei apavorado e perguntei:
- Sua ignorante desalmada! Porque você fez uma coisa dessas, mulher?
A minha esposa olhou para mim e disse:
- Um!
Depois disso, nunca mais discutimos.

O Melhor Pedaço

Serapião era um velho mendigo que perambulava pelas ruas da cidade. Ao seu lado, o fiel escudeiro, um vira-lata que atendia pelo nome de Malhado. 
Serapião nao pedia dinheiro, aceitava sempre um pão, uma banana, um pedaço de bolo ou um almoço feito com sobras de comida dos mais abastados. 
Quando suas roupas estavam imprestáveis, logo era socorrido por alguma alma caridosa. 
Mudava a apresentação e era alvo de brincadeiras. 
Serapião era conhecido como um homem bom, que perdera a razão, a familia, os amigos e até a identidade. 
Não bebia bebida alcoólica, estava sempre tranquilo, mesmo quando não havia recebido nem um pouco de comida. 
Dizia sempre que Deus lhe daria um pouco na hora certa e, sempre na hora que Deus determinava,  alguém lhe estendia uma porção de alimentos. 
Serapião agradecia com reverencia e rogava a Deus pela pessoa que o ajudava. 
Tudo o que ganhava, dava primeiro para o Malhado, que, paciente, comia e ficava a esperar por mais um pouco. 
Não tinha onde dormir, onde anoiteciam, lá dormiam. 
Quando chovia, procuravam abrigo embaixo da ponte e, ali o mendigo ficava a meditar, com um olhar perdido no horizonte. 
Aquela figura me deixava sempre pensativo,
pois eu não entendia aquela vida vegetativa,
sem progresso sem esperança e sem um futuro promissor. 
Certo dia, com a desculpa de lhe oferecer umas bananas fui bater um papo com o velho Serapião. 
Iniciei a conversa falando do Malhado,
perguntei pela idade dele,
o que Serapião nao sabia, dizia não ter idéia, pois se encontraram um certo dia, quando ambos andavam pelas ruas e falou: 
Nossa amizade começou com um pedaço de pão ,
parecia faminto e eu lhe ofereci um pouco do meu almoço
e ele agradeceu, abanando o rabo, e dai, não me largou mais. 
Ele me ajuda muito e eu retribuo essa ajuda sempre que posso. 
Então eu fiquei pensando como seria essa ajuda... 
Ele me vigia quando estou dormindo,
disse ele lendo meu pensamento. 
Ninguém pode chegar perto que ele late e ataca. 
Também quando ele dorme, eu fico vigiando
para que nenhum cachorro não o incomode. 
Continuando a conversa, perguntei ao Serapião se ele não tinha nenhum desejo grande na vida. 
Sim, disse ele - tenho vontade de comer um cachorro-quente, daqueles que a Zezé vende na esquina! 
Não acredito que seja só isso, disse eu! 
No momento, só isso que eu desejo, moço. 
Pois bem, vou satisfazer agora esse seu grande desejo. 
Saí e comprei um cachorro-quente para o mendigo. 
Voltei e lhe entreguei. 
Ele arregalou os olhos, deu um sorriso, agradecendo a dádiva e em seguida tirou a salsicha, deu para o malhado,
e comeu o pão com os temperos. 
Não entendi aquele gesto do mendigo,
pois imaginava ser a salsicha o melhor pedaço.. 
Não me contive e lhe perguntei porque ele havia dado logo a salsicha para o malhado. 
Ele com a boca cheia respondeu: 
Para o melhor amigo, o melhor pedaço! 
E continuou comendo, alegre e satisfeito. 
Despedi-me do Serapião, passei a mão na cabeça do Malhado e sai pensando. 
Aprendi como é bom ter amigos.
Pessoas em que possamos confiar, por outro lado,
é bom ser amigo de alguém
e ter a satisfação de ser reconhecido como tal. 
Jamais esquecerei a sabedoria daquele eremita:

"PARA O MELHOR AMIGO , O MELHOR PEDAÇO"

BONECAS DE CARNE

Chora a boneca seu triste segredo;
Chora na alma ,sem força na voz;
Chora de medo, na noite, a sós;
Chora a sina de triste brinquedo.
 
O vulto que vem e afaga seu corpo
Entre as sombras da noite escura
Mata a inocência da alma tão pura
Submetida a um triste aborto.
 
Mãos conhecidas invadem fronteiras
Numa sevícia de todo frequente
Pobre boneca! Cruéis brincadeiras!
 
Corpo invadido; o pranto silente,
Olhos fechados na casa inteira
Surdos ouvidos à dor tão pungente.
 
Jorge Linhaça

DECEPÇÃO

Me levanto da cama, me olho no espelho e descubro que sou vesgo. Procuro freneticamente nos bolsos, para ver minha foto na identidade, para ver se na foto sou realmente daquele jeito, acho um passaporte e descubro... que sou argentino...

Não pode ser, meu Deus!!!

Sento-me inconsolável em uma cadeira.

Mas não é possível!! É uma cadeira de rodas, o que significa que, além de ser vesgo e argentino, sou também deficiente físico!

É impossível, digo para mim mesmo, que eu seja vesgo, argentino e deficiente físico...

- Amoooooor !', grita uma voz atrás de mim. É o meu namorado....

Cacete! Sou também viado...!

- 'Foi você que pegou a minha seringa?'

Ó Deus! Vesgo, argentino, deficiente físico, viado, viciado e soropositivo!

Desesperado, começo a gritar, a chorar, a arrancar os cabelos e...Nãooo!!!!! Sou careca!

Toca o telefone. É meu irmão, que diz:

- Desde quando mamãe e papai morreram, você só faz se entupir de drogas, vagabundeando o dia inteiro! Procura um emprego, arranja algum trabalho!

Que merda, descubro que também sou desempregado !!!

Tento explicar ao meu irmão que é difícil encontrar trabalho quando se é vesgo, argentino, deficiente físico, viado, viciado, soropositivo, careca e órfão, mas não consigo, porque..... porque sou gago!!!!

Transtornado, desligo o telefone, com a única mão que tenho, e, com lágrimas nos olhos, vou até a janela olhar a paisagem. Milhões de barracos ao meu redor...

Sinto uma punhalada no marca-passo: além de vesgo, argentino, deficiente físico, viado, viciado, soropositivo, careca, órfão, gago, maneta e cardíaco, sou também favelado...

Começo a passar mal e sentir um calafrio e dirijo-me ao guarda-roupa para pegar um agasalho, e para minha surpresa, quando abro a gaveta encontro uma camisa do.......... FLUMINENSE!!!!!!!!!!!!!... Aí já é sacanagem... Entro em surto, pois além de vesgo, argentino, deficiente físico, viado, viciado, soropositivo, careca, órfão, gago, maneta, cardíaco, sou também favelado... E FLUMINENSE..... Puta que o pariu!!!!

Nesse momento, volta o meu namorado e diz:
- Amooor, vamos!

Se não chegaremos atrasados à convenção nacional do PT...

NÃÃÃÃÃÃÃOOOOOOOOOO!!!!!!!!!!

22 de maio - Dia do Abraço

Dizem os orientais que, 
quando abraçarmos uma pessoa querida a quem amamos,
devemos fazer da seguinte forma:

inspirando e expirando três vezes,
e aí sua felicidade se multiplicará pelo menos dez vezes.

O efeito terapêutico do abraço é inegável.
Diante disso não podemos esperar para abraçarmos a quem queremos bem.

Se você estiver sentindo um vazio interior, 
tente abraçar o seu amigo ,
deslizando delicadamente a mão sobre as costas dele ,
para que o possa sentir junto a você.

Nos Momentos de dor e de alegria
é que vemos o bem que
um grande e demorado abraço nos causa. 


Pelo abraço,
transmitimos emoções,
recebemos carinho,
trocamos afeto, 
compartilhamos alegria,
amenizamos dores,
demonstramos amizade, 
doamos amor,
expressamos nossa humanidade. 

É tempo de enlaçarmos nossos braços num terno,
profundo e afetuoso abraço.

UM ABRAÇO APERTADO

 Existe algo num simples abraço que sempre aquece o coração e dá-nos boas vindas ao voltarmos para casa, e torna mais fácil a partida.

Um abraço é uma forma de dividir as alegrias e tristezas que passamos, ou só uma forma para amigos dizerem que se gostam porque, simplesmente, tu és tu!

Abraços significam amor para alguém com quem realmente nos importamos.

Um abraço é algo espantoso... é a forma perfeita de mostrar o amor que sentimos, mas que palavras não podem dizer.

Um abraço é carinho, um aconchego, calor, harmonia.

Um abraço transmite traquilidade, é um "vai ficar tudo bem", é um "eu tomo conta de ti".

É engraçado como um simples abraço nos faz sentir bem... em qualquer lugar. É sempre compreendido.

E abraços não precisam de equipamentos, pilhas ou baterias especiais...

É só abrir os braços e o coração...

OS 03 ULTIMOS DESEJOS DE ALEXANDRE - O GRANDE

Quando à beira da morte, Alexandre convocou os seus generais e relatou seus três últimos desejos: 

1º Que seu caixão fosse transportado pelas mãos dos médicos da época;
  
2º Que fosse espalhado no caminho até seu túmulo os seus tesouros conquistados (prata, ouro, pedras preciosas...);
 
3º Que suas duas mãos fossem deixadas balançando no ar, fora do caixão, à vista de todos.
 
Um dos seus generais, admirado com esses desejos insólitos,perguntou a Alexandre quais as razões. Alexandre explicou:
  
1º Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles NÃO têm poder de cura perante a morte;

2º Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui permanecem;
 
3º Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partimos. 
 
* Pense nisso... Não deixe de correr atrás de seus sonhos, mas não esqueça de viver intensamente e de usufruir de seus sentimentos e emoções, pois as coisas materias são importantes para nós porém elas
ficam, já as emoções e sentimentos nascem e morrem com a gente. *
 
Seja FELIZ !

Bom dia!!

"Se sua fé está baseada no Senhor Jesus Cristo, nenhuma
pessoa, por motivo algum, poderá afastá-lo da salvação. As
pessoas têm falhas, nós também temos, mas o Senhor é
perfeito. E é olhando para Ele que caminharemos nesta vida e
por toda a eternidade."

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Transar após 25 anos de casado!

 
Um Presidente de uma determinada  empresa, casado há 25 anos, está na  maior dúvida se transar com a mulher,  depois de tanto tempo de  casamento, é trabalho ou prazer.

 Na  dúvida, ligou pro Diretor Geral e perguntou.
 Por sua vez, o Diretor ligou  pro Vice-Diretor e fez a mesma pergunta.
 O Vice-Diretor ligou pro Gerente  Geral e fez a mesma pergunta.
 E assim seguiu-se a corrente de ligações até  que a pergunta chegou ao Setor Jurídico e o Advogado Chefe perguntou, como  de praxe, pro  Estagiário que estava todo afobado fazendo mil coisas ao  mesmo tempo.
 - Rapaz, você tem um minuto pra responder se quando o  Presidente da empresa transa com a mulher dele é trabalho ou prazer ???
 - É prazer, Doutor !!! - respondeu o Estagiário prontamente e com  segurança.
 - Ué ??? Como é que você pode responder isso com tanta  segurança e  certeza??
 - É que.... se fosse trabalho, já tinham mandado eu  fazer !!!!!!!!

A Galinha e o Faisão

A galinha observava o faisão à distância. 
O pobre animal passava dias seguidos de fome, tinha dificuldade de encontrar 
água, e nem sempre achava um lugar confortável para dormir.
Certa tarde resolveu conversar com ele.
"Veja como estou bem", disse para o faisão.. "Tenho um dono que me cuida, um lugar para beber água, e sempre me colocam milho para comer. Por que você não experimenta o meu tipo de vida?"
"Porque tudo isto que você me descreveu acontece dentro de um galinheiro", respondeu o faisão. 
"Prefiro passar pelas dificuldades que passo, a ter o paraíso dentro de uma jaula".
 
E você?....
Se identifica com qual deles?...
Acredita mais na liberdade ou na estabilidade?...
Prefere se acomodar ou arriscar?...

Churrasco

Voces sabem, que em churrascarias que se preze, os garçons são todos gauchos, aqui não é diferente,
 
Dois nordestinos chegam em uma churrascaria se sentam, e não sabendo o que pedir fica de olho na mesa ao lado, que o cara acabou de sentar, ele chama o metre e pede manda pra um garçon. os dois matutos fica olhando, dai a pouco o garçon chega o cara faz o pedido e a comida vem em abundancia, os dois matutos chama o metre e faz seu pedido, MANDA PRA NÓIS DOIS GARÇONS, o metre estranha e pergunta, porque dois garcons, o matuto diz: eu vou comer um e o meu amigo o outro.

PENSE

"O caráter e a inteligência podem impressionar,
mas é o amor que damos a alguém que nos faz
brilhantes e inesquecíveis.
Porque o Amor torna as pessoas indispensáveis!"

Essa é para descontrair um pouco.

Quatro amigos se encontraram em uma festa (TRES GAUCHOS E UM PAULISTA), após 30 anos sem se verem.
Um drinque aqui, outro ali, bate papo de lá e de cá e um deles ( O PAULISTA)  resolve ir ao 
banheiro. Os que ficaram (OS TRES GAUCHOS) começaram a falar sobre os filhos.

O primeiro diz :

Meu filho é meu orgulho. Ele começou a trabalhar como Office Boy em uma
   
empresa. Estudou, se formou em Administração, foi promovido a gerente
da
 empresa e hoje é o presidente. Ele ficou tão rico, tão rico, que no   aniversário de um amigo na semana passada, ele deu uma Mercedes nova para ele.

O segundo disse :

Nossa, que beleza! Mas meu filho também é um grande orgulho para mim.
Ele
 começou trabalhando como entregador de passagens. Estudou e formou-se   
piloto. Foi trabalhar em uma grande empresa aérea. Resolveu entrar como
sócio na empresa e hoje ele é o dono. Ele ficou tão rico, que no
   aniversário
 
de um amigo, também na semana passada, ele deu-lhe um avião 737 de
presente.

O terceiro falou :

Nossa parabéns ! Mas meu filho também ficou muito rico. Ele estudou,
   
formou-se em engenharia e abriu uma construtora. Deu tão certo que ele
ficou
  milionário. Ele também deu um super presente para um amigo que fez   aniversário por esses dias . Ele construiu uma casa de 500 metros
quadrados
  na praia para ele.

O amigo (O PAULISTA) que havia ido até o banheiro chegou e perguntou :

Qual é o assunto ?
Estamos falando do orgulho que temos de nossos filhos.
E o seu ? O que ele faz ?
Meu filho é garoto de programa, dorme o dia todo e ganha a vida fazendo a
 
alegria dos boiolas.

E os amigos (OS TRES GAUCHOS) disseram :
Nossa que decepção para você !
Que nada, ele é meu orgulho !
É um grande sortudo ! Ele fez aniversário semana passada e ganhou uma
   casa
  na praia com 500 metros quadrados, um avião 737 e uma Mercedes zerinho de presente de três viados.

Texto da Martha Medeiros publicado na Revista do Jornal O Globo .

''Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes.
Sou a Miss Imperfeita, muito prazer.
Uma imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional, mãe e mulher que também sou:
trabalho todos os dias,

ganho minha grana,

vou ao supermercado três vezes por semana,

decido o cardápio das refeições,

levo os filhos no colégio e busco,

almoço com eles, estudo com eles,

telefono para minha mãe todas as noites,

procuro minhas amigas, namoro, viajo,

vou ao cinema, pago minhas contas,

respondo a toneladas de e-mails,

faço revisões no dentista, mamografia,

caminho meia hora diariamente,

compro flores para casa,

providencio os consertos domésticos,

participo de eventos e reuniões ligados à minha profissão e

ainda faço escova toda semana - e as unhas!

E, entre uma coisa e outra, leio livros.
Portanto, sou ocupada, mas não uma workaholic.
Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres.
Primeiro: a dizer NÃO.
Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO.
Culpa por nada, aliás.
Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero.

Pois inclua na sua lista a Culpa Zero.
Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros.
Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho.
Você não é Nossa Senhora.

Você é, humildemente, uma mulher.

E, se não aprender a delegar,

a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante.

Porque vida interessante não é ter a agenda lotada,

não é ser sempre politicamente correta,

não é topar qualquer projeto por dinheiro,

não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável.

É ter tempo.
Tempo para fazer nada.

Tempo para fazer tudo.
Tempo para dançar sozinha na sala.

Tempo para bisbilhotar uma loja de discos.

Tempo para sumir dois dias com seu amor.

Três dias.  Cinco dias!

Tempo para uma massagem. Tempo para ver a novela.

Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza.

Tempo para fazer um trabalho voluntário.

Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto.

Tempo para conhecer outras pessoas. Voltar a estudar.

 Para engravidar.

Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado.

Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir.

Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto

ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal.

Existir, a que será que se destina?

Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra.

A mulher moderna anda muito antiga.

Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada.

Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem.

Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si.

Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo!
Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente.
Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir.
Desde que lembre de separar alguns bons momentos da semana para usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela.

Desacelerar tem um custo.

Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C.

Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso, francamente, está precisando rever seus valores.

E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante'.

 

 

Rapidinho..

AMOR ' I '

- Querida, vamos ter que começar a economizar.
- Tudo bem... Mas como ?

- Aprenda a cozinhar e mande a empregada embora.
- Tá legal... Então aprenda a fazer amor e pode dispensar o motorista.

(NOSSA!!!! ESSA FOI A GOTA QUE FALTAVA...)

Amor ' II '

O cara pergunta para a mulher:
- Querida, quando eu morrer, você vai chorar muito?
- Claro querido. Você sabe que eu choro por qualquer besteira...

(MISERICÓRDIA.....!)

Amor ' III '

Na cama, o marido se vira para a jovem esposa e pergunta:
- Querida, me diga que sou o primeiro homem da sua vida.
Ela olha para o babaca e responde:
- Pode ser... Sua cara não me é estranha...

(Santo Anjo do Senhor.....)

Amor ' IV ' - A melhor

Um casal vinha por uma estrada do interior, sem dizer uma palavra.
Uma discussão anterior havia levado a uma briga, e nenhum dos dois queria dar o braço a torcer. Ao passarem por uma fazenda em que havia mulas e porcos, o marido perguntou, sarcástico:
- Parentes seus?
 
- Sim, respondeu ela.. Cunhados e sogra...

(Essa pode apostar que não é loira...!!!!)

Amor ' V '

Marido pergunta pra mulher:
- Vamos tentar uma posição diferente essa noite?
A mulher responde:
- Boa idéia, você fica aqui em pé na pia lavando a louça e eu sento no sofá!!!!!

(Essa doeu.)

Amor ' VI'


O marido decide mudar de atitude. Chega em casa todo machão e ordena:
- Eu quero que você prepare uma refeição dos deuses para o jantar e quando eu terminar espero uma sobremesa divina. Depois do jantar você vai me trazer um whisky e preparar um banho porque eu preciso relaxar. E tem mais: Quando eu terminar o banho, adivinha quem vai me vestir
e me pentear?
- O homem da funerária... Respondeu placidamente a esposa...


(essa jamais será escrava de homem...)


Amor ' VII'


- Querida, o que você prefere? Um homem bonito ou inteligente?
- Nem um, nem outro.
Você sabe que eu só gosto de você.

(Nossa...)


Amor ' VIII '


Marido e mulher estão tomando cerveja num barzinho. Ele vira pra ela e diz:

- Você está vendo aquela mulher lá no balcão, tomando whisky sozinha?
Pois eu me separei dela faz sete anos! Depois disso ela nunca mais parou de beber.
A mulher responde:

- Não diga bobagens. Ninguém consegue comemorar durante tanto tempo assim!


(Sem comentários.....)

Piadinha

Um menino de 8 anos gauchino pede pro irmao, me ensina a namorar. O irmao disse, vc tem só 8 anos guri, nao vou te ensinar nada, ai ele resolve seguir o irmao, o irmao pega a moto e sai, ele pega a bicicletinha dele e vai atraz, o irmao pega uma garota na esquina e vai para o mato, ele segue os dois, o irmao diz pra garota, guria tira a roupa, a guria diz, não vou tirar nada, o irmão diz, entao voce vai embora a pé, o guri vendo aquilo, pensou, ah, é assim que namora, voltou pra cidade e pegou uma guriazinha, colocou na bicicletinha e foi pro mato com ela, chegando lá disse pra guriazinha, tire a roupa, a guriazinha tirou, ele olhou pra ela e disse: vai embora de bicicleta que eu vou a pé. 

Sexta Feira

Um pensamento:
"Pensar enlouquece. Pense nisso."


Uma frase:
"Devemos responder ao ódio com amor."
Martin Luther King


Uma frase de amor:
"Se não tem capacidade de amar, não faça sofrer a quem te ama."

FRASE DO DIA
"Nada é eterno. Nem mesmo os deuses que dependem de nossa memória para sobreviver..."

Vamos rir ...

Aquele negócim bão qui as muiér têm...

Dois cumpádi mineirim, pitavam seus cigarrim dipáia e proseavam, proseavam...

Lá pelas tantas, um deles pergunta pro ôtro:

- Ô cumpadi... Diga uma coisa, sô... Cumé qui se chama mermo aquele negócim bãooooooooooo que as muiér têm numêio das pérrrrna (e fez um sinal característico com as duas mãos)... Quentim, cabeludim, vermeim, que come terra... Mais que a gente gosta muuunnnto ?


- Uai, sô... (olha para o sinal das duas mãos do compadre)... Quentim...? Vermeim..? Cabeludim? Que nóis gosta munnnnto? Uái, sô, só podissê pereréca... Mas eu num sabia que cumia terra, não, sô !!! 

O outro compadre dá uma longa pitada no cigarro, pensa bastante e fala, pausadamente:

- Pois cômi, cumpadi... Cômi... E não é pôco não, sô... Só dimim, cumeu trêis fazenda grandona intirinha !!
 

Di Minas

Um renomado  pesquisador da UFMG, professor titular da
Sociologia, fez um levantamento, em toda  Minas Gerais, para
saber  qual seria o objeto de desejo do homem mineiro...
Em todos os rincões das Gerais, os homens respondiam de bate pronto:

- Dinheiro e mulher.

Não dava outra, a resposta era sempre a mesma.
Quase ao final da pesquisa, ele encontrou em Santo Antônio das
Roças Grandes, um mineirinho de uns setenta anos, franzino,
sentado de cócoras no pondions(*), na beira da estrada, pitando
um cigarrim de palha.

- Bom dia!
O mineirinho deu uma tragada, cuspiu de lado e, sem olhar, respondeu:

- Diiia, sô!
- Estou fazendo uma pesquisa para saber quais as coisas que o
homem mineiro mais gosta... O senhor pode me responder quais
são as coisas do seu agrado?
O mineirim deu mais uma pitada, mais uma cuspida de banda e disse:

- Uai, sô! As coiss qui eu  mais apreceio é 'o dinheiru, as muié e... o bicho di pé!'.

O pesquisador, estranhando a inclusão do item "bicho de pé" na
resposta, perguntou:
- Olha, todos respondem "dinheiro e mulher". Mas, e o bicho de pé?
Mais uma pitada e mais uma cuspida, o mineirinho retruca:
- Uai, sô! Pra que qui serve nóis tê dinheiru e muié, se o "bicho" num fica di pé?


(*) "Pondions", em mineirês, quer dizer "ponto de ônibus".

O PÃO DE CRISTO

LEIA EM SILÊNCIO E MEDITE.             
O que se segue é um relato verídico sobre um homem chamado Vitor.
Depois de meses sem encontrar trabalho, viu-se obrigado a recorrer à mendicância para sobreviver, coisa que o entristecia e envergonhava muito.
Numa tarde fria de inverno, encontrava-se nas imediações de um clube social, quando viu chegar um casal.
Vítor lhe pediu algumas moedas para poder comprar algo para comer.
- Sinto muito, amigo, mas não tenho trocado - disse ele..
Sua esposa, ouvindo a conversa perguntou:
- Que queria o pobre homem?
- Dinheiro para comer. Disse que tinha fome - respondeu o marido.,
- Lorenzo, não podemos entrar e comer uma comida farta que não necessitamos e deixar um homem faminto aqui fora!
- Hoje em dia há um mendigo em cada esquina! Aposto que quer dinheiro para beber!
- Tenho uns trocados comigo. Vou dar-lhe alguma coisa!
Mesmo de costas para eles, Vitor ouviu tudo que disseram.
Envergonhado, queria afastar-se correndo dali, mas neste momento ouviu a amável voz da mulher que dizia:
- Aqui tens algumas moedas. Consiga algo de comer, ainda que a situação esteja difícil, não perca a esperança. Em algum lugar existe um trabalho para você. Espero que encontre.
- Obrigado, senhora. Acabo de sentir-me melhor e capaz de começar de novo. A senhora me ajudou a recobrar o ânimo! Jamais esquecerei sua gentileza.
- Você estará comendo o Pão de Cristo! Partilhe-o - disse ela com um largo sorriso dirigido mais a um homem que a um mendigo.
Vítor sentiu como se uma descarga elétrica lhe percorresse o corpo.
Encontrou um lugar barato para se alimentar um pouco. Gastou a metade do que havia ganho e resolveu guardar o que sobrara para o outro dia, comeria 'O Pão de Cristo' dois dias.
Uma vez mais aquela descarga elétrica corria por seu interior. O PÃO DE CRISTO!
- Um momento!, pensou, não posso guardar o Pão de Cristo somente para mim.
Parecia-lhe escutar o eco de um velho hino que tinha aprendido na escola dominical. Neste momento, passou a seu lado um velhinho.
- Quem sabe, este pobre homem tenha fome - pensou - tenho que partilhar o Pão de Cristo.
- Ouça! exclamou Vitor, gostaria de entrar e comer uma boa comida?
O velho se voltou e encarou-o sem acreditar.
- Você fala serio, amigo? O homem não acreditava em tamanha sorte, até que estivesse sentado em uma mesa coberta, com uma toalha e com um belo prato de comida quente na frente.
Durante a ceia, Vitor notou que o homem envolvia um pedaço de pão em sua sacola de papel.
- Está guardando um pouco para amanhã? Perguntou.
- Não, não. É que tem um menininho que conheço onde costumo freqüentar que tem passado mal ultimamente e estava chorando quando o deixei. Tinha muita fome. Vou levar-lhe este pão.
- O Pão de Cristo! Recordou novamente as palavras da mulher e teve a estranha sensação de que havia um terceiro convidado sentado naquela mesa.

Ao longe os sinos da igreja pareciam entoar o velho hino que havia soado antes em sua cabeça.
Os dois homens levaram o pão ao menino faminto que começou a engoli-lo com alegria.
De repente, se deteve e chamou um cachorrinho. Um cachorrinho pequeno e assustado.
- Tome cachorrinho. Te dou a metade - disse o menino. O Pão de Cristo alcançará também você. O pequeno tinha mudado de semblante. Pôs-se de pé e começou a vender o jornal com alegria.
- Até logo!, disse Vitor ao velho. Em algum lugar haverá um emprego . Não desespere!
- Sabe? - sua voz se tornou em um sussurro - Isto que comemos é o Pão de Cristo. Uma senhora me disse quando me deu aquelas moedas para comprá-lo. O futuro nos presenteará com algo muito bom!
Ao se afastar, Vitor reparou o cachorrinho que lhe farejava a perna. Se agachou para acariciá-lo e descobriu que tinha uma coleira onde estava gravado o nome e endereço de seu dono.
Vitor caminhou um bom pedaço até a casa do dono do cachorro e bateu na porta.
Ao sair e ver que havia sido encontrado seu cachorro, o homem ficou contentíssimo, e logo sua expressão se tornou séria. Estava por repreender Vitor, que certamente lhe havia roubado o cachorro, mas não o fez pois Victor mostrava no rosto um ar e dignidade que o deteve.
Disse então:
- No jornal de ontem, ofereci uma recompensa pelo resgate. Tome!!
Vitor olhou o dinheiro meio espantado e disse:
- Não posso aceitar. Somente queria fazer um bem ao cachorrinho.
- Pegue-o! Para mim, o que você fez vale muito mais que isto! Você precisa de um emprego? Venha ao meu escritório amanhã. Faz-me muita falta uma pessoa íntegra como você.

Ao voltar pela avenida aquele velho hino que recordava sua infância, voltou a soar em sua alma. Chamava-se 'PARTE O PÃO DA VIDA',
'NÃO O CANSEIS DE DAR, MAS NÃO DÊS AS SOBRAS,
DAI COM O CORAÇÃO, MESMO QUE DOA'.
QUE O SENHOR NOS CONCEDA A GRAÇA DE TOMAR
NOSSA CRUZ E SEGUÍ-LO, MESMO QUE DOA!
QUE DEUS OS BENDIGA SEMPRE...!!!
Senhor Jesus:'Te amo muito, te necessito para sempre, estás no mais profundo de meu coração, bendize com teu carinho, a minha família, minha casa, meu emprego, minhas finanças, meus sonhos, meus projetos e meus amigos'.


" Somos o que fazemos, mas somos principalmente, o que fazemos para mudar o que somos. "